Sala Sá Vargas

Na presença tutelar do retrato do Conselheiro Sá Vargas, ilustre bragançano que, como muitos outros, contribuíram para o enriquecimento da sua região, expõe-se nesta sala um significativo conjunto de ourivesaria e mobiliário.

Este espólio, que se deve em grande parte a um generoso legado da família Sá Vargas, constitui um testemunho ímpar da evolução de um capítulo singular das artes decorativas portuguesas, bem como do gosto requintado do quotidiano aristocrático dos séculos XVIII e XIX.